Design Instrucional Inclusivo de Tecnologia para Políticas Públicas de Educação

ROBÓTICA BRASIL 

O futuro

O trabalho e a produção de conhecimentos estarão cada vez mais vinculados à capacidade de colaboração entre humanos e também à otimização da interação entre humanos e máquinas. Isto sem que seja desdenhada a premente necessidade de se resguardar os recursos planetários, dentre eles a biodiversidade.

A Educação 4.0 é imprescindível para a  Economia 4.0.

A Educação

Para se lidar com este presente quase futuro, há de se dar à Educação uma dinâmica de autotransformação estimulada por uma visão sitêmica da realidade. O profissional da educação lidará com: a conectividade dos sistemas, a IA e a robótica, o curto ciclo de vida das inovações e a renovação cada vez mais rápida.

A formação continuada é vital para a Educação 4.0

 

O estado

O Estado protagoniza as mudanças e catalisa o movimento social em prol de uma educação democrática, solidária e eficaz. Não pode se eximir das obrigações educadoras definidas pela sua constituição. Atualmente, é a Base Nacional Cuirricular Comum __ BNCC __ que congrega em seu texto as aprendizagens essênciais para a formação

boa gestão da Educação é exemplo

Os currículos das cidades

A educação 4.0 deve ser inclusiva e democrática

igualdade pela educação

responsabilidade do estado

Os currículos estaduais 

Todos podem compartilhar as boas práticas. Equipes de robótica do Iema conquistam 1º lugar em competição internacional realizada na Paraíba.

De 2017 até a atualidade, em virtude da ampla discussão no entorno do redigir da BNCC, muito se avançou quanto à necessidade de inclusão do pensamento computacional como um pilar importante para a educação básica. Também ocorreu de igual maneira com outros dois que, de princípio, distinguem-se do pensamento computacional , mas que, sob olhar atento, tanto o letramento digital quanto as tecnologias digitais da informação e da comunicação estão contidos nele.

Todos esses pilares, aliás, ficam bem acomodados sob o tópico mais geral de letramento.

É visível, entretanto, que as habilidades e competências relativas ao fazer, seja sob a óptica de construção de protótipos de robôs quanto de outros objetos e máquinas capazes de produzir ou atuar sobre o mundo real, não têm, ainda, um texto orientador com o devido desprendimento das práticas tradicionais com as quais se fazia a abordagem das disciplinas envolvidas com as ciências naturais.

A experiência de mais de um decênio em aprendizagem baseada em projetos de robótica educacional pode contribuir para orientar, de maneira a satisfazer as necessidades específicas de cada rede de ensino e, nela, de cada unidade escolar. 

O Instituto TJR Torneio Juvenil de Robótica põe-se a serviço para auxiliar na elaboração e implantação de design instrucuional para Robótica e Computação.

As cidades fazem iniciar desde cedo a relação do aluno com os insumos da tecnologia: É hora de estimular a desenvolver a tecnologia!

O que já estava previsto pela BNCC ( Base Nacional Comum Curricular)

Em sua formação, o aluno deve desenvolver autonomia e comunicação, tornando-se apto a  resolver problemas com total desembaraço e, de igual maneira, produzir e sistematizar informações e conhecimentos. Isto exige da escola estratégias concretas para estimular o protagonismo do aluno tanto no exercício de sua cidadania no contexto presencial quanto na prática daquela que deriva de seu  comportamento digital. As redes de ensino precisam congregar inúmeras iniciaticas que, de forma combinada, venham a dar conta da célere transformação a que se sujeitam as sociedades da informação. 

O Instituto TJR Torneio Juvenil de Robótica coloca-se a serviço para auxiliar na elaboração e implantação de design instrucuional para Robótica e Computação.

De muitas definições de democracia pode-se aferir que é um regime que se sustenta na igualdade de oportunidades: O acesso aos bens não pode ser previamente restrito de maneira discriminatória.

São esses bens concretos e abstratos e , nas sociedades com dinâmico desenvolvimento, os bens abstratos, dos quais faz parte o conhecimento, aqueles que surgem como os de maior valor para a produção e replicação de riquezas. A democracia é defendida quando, na sociedade é senso comum que se devem estabelecer tricheiras pela igualdade.

Igual oportunidade pela educação é prioridade dos que zelam pela cidadânia. 

A cidadania está na capacidade do indivíduo de intervir  nos espaços privados da ordem econômica e nos assuntos públicos de ordem política.

O sujeito que transita por estes espaços pratica a cidadania ativa e, se todos os sujeitos o fazem de maneira igualmente despojada, a sociedade exercita a prática social de um modelo democrático.

O principal percurso formativo para tanto para o indivíduo quanto para o coletivo assegurar a democracia é, sem dúvida, a educação, em especial, a educação formal continua, a que é fomentada e organizada pelo Estado que preza e garante o exercício da cidadania.

Por Luís Rogério da Silva

“Essa é uma prova de que o modelo de educação do Iema funciona. No Instituto eles têm uma educação diferenciada, porque é em tempo integral, uma educação profissionalizante, tendo estímulos de outras atividades além da sala de aula. E os resultados estão aparecendo com vários prêmios em vários torneios de conhecimento. Neste caso da robótica há uma linha de trabalho já muito bem-sucedida no Iema. Já são vários prêmios nacionais e internacionais, o que mostra que eles estão empenhados e interessados em representar bem o Maranhão nas competições”, disse o governador Flávio Dino ao falar sobre a importância do prêmio. Recorte de publicação de 06/06/ 2017 AQUI.

Robótica nas escolas não para durante a pandemia. Nos campeonatos, a Paraíba tem se destacado. O número de inscritos é cada vez maior. De 08/11/2020, ver AQUI

 

O embrião dos princípios que fundamentam o Programa de Robótica Criativa foi testado na prática em um evento organizado em 2015... Recorte de publicação de 30/11/ 2020 AQUI.

Robótica na Rede Municipal de Ensino da cidade de São Paulo. Conheça o histórico das experiências com robótica...

Escolas estaduais ganham medalhas no Torneio Juvenil de Robótica. Professor cria centro de metareciclagem e construção de robôs; alunos estão mais interessados

 

Em 2010, o professor Alan Barbosa de Paiva arquitetava com seus alunos a criação de um centro para ampliar os estudos científicos na escola e começar a criar robôs e foguetes. Hoje, eles colecionam medalhas e participações em eventos e disputas escolares.  Recorte de publicação de 27/08/ 2013 AQUI.